Cuidado com os olhos no Carnaval | Gold Finger

Gold_Finger_Institucional_Blog_Mascara (1)

Um feriado muito aguardado pelos brasileiros é o Carnaval. É nesta época que a folia e a festa tomam conta do país todo.

Encontrar com os amigos, sair atrás do trio, dançar, cantar e curtir a festa com muitas pessoas faz parte da cultura do Carnaval, entretanto, sempre esquecemos de nos precaver com a saúde de nossos olhos.

É neste período que os riscos de contaminação por produtos químicos e agentes biológicos aumentam.

Maquiagens vencidas, sprays de espuma e o contato com aglomerações podem causar doenças como conjuntivites e severas alergias oculares.

Como se prevenir de doenças oculares no Carnaval?

#1 Cuide de suas maquiagens

A limpeza dos pincéis e a troca das maquiagens vencidas são imprescindíveis para manter a boa saúde dos olhos.

Por isso, lave os pincéis com sabão neutro logo após o uso e deixe-o secando naturalmente.
As bases e corretivos líquidos têm o prazo de validade de um ano. Já os produtos em pó como sombras e pó compacto podem durar dois anos.

Máscaras para cílios e delineadores têm validade de até três meses.

Para quem gosta de usar sombras com glitter, deve ficar atento, pois ele pode riscar o cristalino se cair nos olhos, além de causar irritação e alergias.

#2 Vai seguir o trio? Use óculos de sol!

O uso dos óculos solares é importante para proteger os olhos da exposição dos raios solares. Portanto, se você for pular Carnaval durante o dia, não se esqueça dos óculos de sol!

#3 Evite coçar os olhos

Para evitar conjuntivites ou infecções oculares como o terçol, blefarite e as alergias, o indicado é não colocar as mãos sujas nos olhos.

Lembre-se: toda vez que for coçar os olhos, lave bem as mãos!

#4 Jamais se automedique!

Sentiu os olhos um pouco estranhos, não procure a farmácia para comprar um colírio, vá ao oftalmologista!

Somente o médico pode receitar a medicação mais indicada para seus olhos.

#5 Hidrate-se!

Um bom folião nunca se esquece de se hidratar!

Beber bastante água e comer alimentos saudáveis ajudam o corpo a aguentar os dias de festa e também auxilia na prevenção de infecções virais, como a conjuntivite e outras.

Gostou deste post? Tem alguma dúvida ou sugestão?

Deixe seu comentário!

Saúde dos olhos: Como evitar a conjuntivite? | Gold Finger

Olhos Azuis

Constantemente expostos a impurezas vindas através do ar, nossos olhos são extremamente sensíveis, e por isso, devemos tomar muito cuidado com a saúde deles, pois qualquer coisinha pode deixa-los irritados. A transmissão de doenças através do ar é maior no verão e com isso, estamos mais suscetíveis a nos contaminar com patologias como a conjuntivite.

Pessoas que usam óculos sabem que é imprescindível consultar o seu médico oftalmologista com periodicidade para manter a boa saúde dos olhos, uma vez que, ele pode detectar quaisquer alterações nos olhos e indicar o melhor tratamento.

O QUE É CONJUNTIVITE?

Conjuntivite é uma doença causada por bactérias, vírus, alergias ou agentes tóxicos, que inflama a conjuntiva dos olhos, membrana que reveste o globo ocular e a parte interna das pálpebras.

A conjuntivite viral é transmitida através do ar e se propaga geralmente no verão. A contaminação normalmente acontece com mais facilidade em ambientes fechados como ônibus, escolas e creches.

É uma doença que causa muito incômodo, mas não é grave.

SINTOMAS DA CONJUNTIVITE

#1- Olhos avermelhados, lacrimejantes, coceira e pálpebras inchadas

Os sintomas da conjuntivite começam com a sensação de areia nos olhos, lacrimejamento, coceira e muita ardência. Logo após, os olhos ficam vermelhos, as pálpebras incham e pode aparecer uma secreção tipo ramela, pus ou lágrima.

#2- Intolerância a luz

A pessoa com sintomas de conjuntivite pode desenvolver a fotofobia, ou seja, sensibilidade à luz no período que a doença estiver se manifestando.

A solução é utilizar óculos de sol, inclusive à noite, pois até mesmo as luzes artificiais podem incomodar.

#3- Visão borrada e/ou embaçada

Por causa da inflamação na conjuntiva, a pessoa que está com conjuntivite pode enxergar embaçado ou com borrões.

A conjuntivite viral costuma durar em torno de 20 dias se for tratada corretamente. Já a conjuntivite bacteriana dura de 5 a 7 dias.

Vale lembrar que os sintomas podem variar de pessoa para pessoa e que, por isso, é imprescindível que consulte um oftalmologista para detectar a patologia e iniciar o tratamento, que é a base de remédios, pomadas, colírios e soro fisiológico, o mais rápido possível.

COMO EVITAR A CONJUNTIVITE?

Para evitar o contágio da conjuntivite é necessário que haja alguns cuidados como:

#1 Evitar ambientes fechados;

#2 Não compartilhar maquiagens e óculos;

#3 Não compartilhar toalhas de rosto, toalhas de banho e travesseiros;

#4 Lavar as mãos com frequência;

#5 Não coçar os olhos;

#6 Manter os olhos limpos com compressas de água gelada ou soro;

#7 Não utilizar colírios e pomadas sem prescrição médica.

Tomando todos esses cuidados, é possível ficar longe da conjuntivite e manter uma boa saúde dos olhos!

Gostou deste post? Tem alguma dúvida ou sugestão?

Deixe seu comentário!

Maquiagem – Cuidados com os olhos

topo

Que mulher não usa maquiagem? Nem que seja somente de vez em quando ou para ir naquele casamento da amiga, não é mesmo? Mas precisamos tomar alguns cuidados para manter a pele e os olhos sempre saudáveis. Veja, os cuidados que você deve sempre ter!

Nada de dormir maquiada! – Dormir maquiada faz mal para a pele, não permite a transpiração natural e pode causar a chamada blefarite, que é uma inflamação nas pálpebras, ou até irritações oculares e alergias.

Use sempre demaquilante –  O melhor é sempre usar um demaquilante adequado para a área dos olhos. Existem produtos testados especificamente para a melhor eficácia da higiene dos olhos sem causar alergias, mas mesmo assim é importante ter cuidado para não deixar que o produto entre em contato com os olhos. Se isso acontecer recorra ao soro fisiológico gelado, e se a ardência ou irritação persistir não deixe de ir ao oftalmologista, e evite lesões mais graves.

Emprestar maquiagem? Nem pensar! – Os produtos emprestados podem trazer bactérias que causam conjuntivite ou irritação. Tenha como só seu, pelo menos o lápis de olho, o rímel, a sombra e os pincéis. O restante, como o blush e bronzer, são menos invasivos e costumam ficar mais distantes da área dos olhos, mas se puder evite compartilhar também. Afinal a sua saúde é mais importante!

Lápis de olho pode ser um vilão – A linha d’água,a linha branca dos olhos, possui glândulas que produzem parte da lágrima e o ponto lacrimal, que com o uso do lápis pode obstruir este ponto e causar inflamações e até sintomas de olho seco. Portanto, mesmo ficando lindo, evite.

Delicadeza na hora de tirar a make – A pele da pálpebra é muito sensível, então nunca esfregue com força os olhos. Além de poder causar uma irritação, ainda pode ferir e até causar uma inflamação mais grave.

Gostou das dicas? Tem alguma dúvida ou sugestão? Comente!